Papa deseja que a Copa do Mundo se torne ocasião para a paz entre as nações
13/06/2018 - 12h31 em acidigital.com

Depois da Audiência Geral na manhã de hoje, o Papa Francisco dirigiu uma “saudação cordial” aos participantes da Copa do Mundo de Futebol a acontecerá na Rússia a partir desta quinta-feira, 14 de junho.

“Amanhã terá início a Copa do Mundo de Futebol na Rússia. Desejo enviar a minha cordial saudação aos jogadores e aos organizadores, assim como às pessoas que acompanharão através dos meios de comunicação social este evento, que supera todas as fronteiras”, foram as palavras do Santo Padre.

O Pontífice também expressou seu desejo de que “esta importante manifestação esportiva possa se tornar uma ocasião de encontro, de diálogo e de fraternidade entre culturas e religiões diferentes, favorecendo a solidariedade e a paz entre as nações”.

Desde a sua eleição como Bispo de Roma, o Papa Francisco sublinhou em várias ocasiões que gosta de futebol e reconheceu ter praticado esse esporte na sua juventude.

Em particular, não escondeu seu apoio à seleção de sua terra natal, a Argentina. De fato, após o cancelamento da audiência com os jogadores da seleção argentina marcada para a quarta-feira, 6 de junho, devido a questões logísticas, o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé divulgou uma mensagem na rede social Twitter, na qual afirmava que esperarão “com alegria” os jogadores argentinos no Vaticano “quando voltarem com o troféu!”.

Nesta edição do campeonato mundial, cuja cerimônia de abertura será nesta quinta-feira ante 80.000 espectadores no Estádio Luzhniki, em Moscou, as seleções nacionais de 32 países participarão da primeira fase do campeonato Mundial, divididas em 8 grupos, cada qual com 4 seleções.

COMENTÁRIOS
Tradutor / Translator